Melhorar a Velocidade do WordPress em 10 Etapas

46
0
topo do artigo

Eu criei este artigo para ensinar a você como melhorar a velocidade do WordPress em apenas 10 pequenas etapas. Foi copiado um artigo do site que tem como Plugin de SEO o Yoast. Já este site usa o Platinum SEO e até esta data está funcionando bem. Daqui para frente eu copiei o arquivo inteiro para medir o SEO. Pesquisa Melhorar a velocidade do WordPress não foi encontrado até a terceira página na data desta postagem para wpfoco.

Saiba o que fazer em seu site para melhorar a velocidade do WordPress e conquistar mais espaço entre os mecanismos de pesquisa e atrair mais tráfego para seu web site. Otimizar o WordPress é uma das etapas que todo proprietário de sites precisa para iniciar sua jornada de sucesso na web.

Poucas coisas tem um papel importante no sucesso de um site como a velocidade do carregamento das páginas. Isso ocorre porque um site extremamente rápido pode ser beneficiado de três formas:

ads inline artigo
  1. Número de visitantes: o Google adora sites rápidos, assim como os visitantes. E os sites de carregamento rápido tendem a ser mais bem classificados nas SERPs.
  2. Experiência do usuário: os visitantes adoram a velocidade do website também, talvez até mais do que o Google. Um site de carregamento rápido cria uma primeira impressão forte e o torna fácil navegar.
  3. Lucratividade: sites rápidos convertem melhor que sites lentos. Isso é fato!

Melhorar a Velocidade do WordPress

Portanto, se você quer uma linha de fundo mais saudável, a otimização de velocidade é um bom lugar para começar. Afinal, estudos mostram que, para cada segundo adicional em tempo de carregamento, o site sofre uma perda de 7% nas conversões.

Em outras palavras, a otimização de velocidade é um negócio sério. E além disso, algo que todos os usuários do WordPress devem estar buscando ativamente. Se não, você está restringindo seriamente o crescimento do seu site. Isso é algo que, certamente, você não pretende ver nem de longe.

[wpsm_titlebox title=”Contents” style=”1″][contents h2 h3][/wpsm_titlebox]

Melhore a velocidade do WordPress para seu site

Se o seu site estiver carregando no ritmo de uma tartaruga, não se preocupe, estamos aqui para ajudar. Para isso, vamos tentar consertar esse problema, com dez passos simples. Se você nunca ouviu falar de otimização de velocidade do WordPress antes, este é um guia introdutório ideal.

Se você seguir direitinho estas 10 etapas para melhorar a velocidade do seu site WordPress, o SEO ficará melhor e seu site subirá no ranking dos mecanismos de pesquisa. A primeira coisa a fazer parece bem drástica, mas é a mais importante.

1 – Escolha uma hospedagem de alta qualidade

O primeiro ponto importante, para melhorar a velocidade do WordPress é hospedá-lo em um servidor de alta qualidade. Existem muitos por aí e minha dica é que você o encontre e comece com um VPS, porque este tipo de hospedagem já está com preços acessíveis. Esqueça a hospedagem compartilhada!

Ao contratar um plano de hospedagem compartilhado pode parecer uma barganha. Porém, ele tem outros custos: a velocidade do site si torna incrivelmente lenta e o tempo de inatividade pode ser frequente. Sobretudo, durante períodos de tráfego intenso.

Se você planeja publicar coisas populares, você está se matando, executando o seu site WordPress em hospedagem compartilhada.

Ninguém, em sã consciência, aceita ver o site caindo nas pesquisa e fica de braços cruzados. Portanto, não seja uma vítima, invista em hospedagem adequada para o futuro do seu web site. Um VPS já é um bom motivo para mantê-lo funcionando e lhe fazer feliz.

2 – Instale um tema leve e sólido

Você pode se surpreender com isso, mas o framework de Twenty Fifteen, também conhecido como o tema padrão do WP, é leve e bastante veloz. Isso vale também para alguns bons temas gratuitos como Hueman e Apostrof 2. Com estes você pode fazer grandes personalizações e obter resultados incríveis.

Os temas citados acima mantêm um código simples. Então, compare isso com frameworks inchados que têm toneladas de recursos que você nunca vai usar. E com isso, tornando o seu site mais lento.

Temas WordPress com muitos elementos dinâmicos, controles deslizantes, widgets, ícones sociais e muitos outros elementos brilhantes são imensamente atraentes aos olhosMas lembre-se disso: se eles tiverem muitos elementos e tamanhos de página maiores, definitivamente farão com que seu servidor da Web sofra uma grande queda de desempenho. Livre-se de temas como estes!

A melhor opção aqui é usar temas leves, como os temas padrão do WordPress. Para um site rico em recursos, você também pode optar por um tema que use um bom framework como Bootstrap, ou Foundation.

Por exemplo: Bootstrap é um framework incrivelmente sólido que não irá atrasá-lo com excesso de plugins ou edições personalizadas. Faça as alterações desde o tema e evite inchar com funções dinâmicas CSS imensos e uma tonelada de Javascript.

3 – Minimize arquivos JS e CSS

JS e CSS são grandes vilões da rede da Web, juntamente com as imagens, mas sem eles os sites não vivem. Se você executar seu website por meio da ferramenta Google PageSpeed ​​Insights, provavelmente será notificado sobre como minimizar o tamanho de seus arquivos CSS e JS. Isso significa que, reduzindo o número de chamadas CSS e JS e o tamanho desses arquivos, você pode melhorar a velocidade de carregamento do site.

Além disso, se você conhece os temas do WordPress, pode estudar os guias fornecidos pelo Google e fazer algumas correções manuais. Se não, então existem plugins que ajudarão você a atingir esse objetivo. Você deve procurar no site do WordPress por algum que faça melhor para o seu projeto.

Nota importante: antes de comprar um tema WP, verifique o tamanho do CSS dele e a quantidade de arquivos .js que ele carrega. Existem alguns temas, que tem arquivo CSS de 1 GB incorporado. E além disso, uma dúzia de Javascript e mais de uma dezena de plugins. E  que você faz? Fique longe deles!

4 – Use um plugin de cache que efetivamente combine com seu site

Os plugins do WordPress são obviamente bastante úteis, mas alguns dos melhores se encaixam na categoria de cache. Isso, porque eles melhoram drasticamente o tempo de carregamento das páginas. E o melhor de tudo é que todos eles no WordPress.org tem opções gratuitas e são fáceis de usar.

De longe o meu favorito é WP Fastest Cache. Porém eu também recomendaria, ou usaria qualquer outro plugin de cache bem conhecido. Mas o WP Fastest Cache tem todos os recursos necessários e é extremamente fácil de instalar e usar.

Simplesmente instale e ative. Depois entre nas configurações e ative o cache. Só não ative para usuários logados. Isso vale para todos os plugins de cache.

Mais uma dica interessante: se você usar um plugin de cache, eu recomendo usar poucos recursos de CDN. Afinal o plugin de cache já cria um arquivo html estático, o que aumenta consideravelmente a velocidade do seu site. Portanto, armazenar estes recursos em um CDN não terá qualquer efeito!

5 – Use uma Rede de Entrega de Conteúdo – CDN

Normalmente, um serviço de hospedagem servirá seu site a partir de apenas um servidor. Do ponto de vista de velocidade do site, há uma grande falha com isso: quanto maior a distância geográfica entre o usuário da Internet e o servidor, maior a distância da conexão. E também a latência e os tempos de carregamento.

Se um visitante tiver a sorte de estar sentado geograficamente perto do seu servidor, não há problema. Se, no entanto, seu site atende a um público internacional, os visitantes do outro lado do planeta aguardarão muito tempo para que seu site seja carregado.

Então, a solução neste caso  é contratar um CDN para seu site. Um CDN veicula seu site a partir de servidores espalhados por todo o mundo, conectando-os automaticamente ao servidor geograficamente mais próximo. Isso elimina os problemas de latência associados à distância, garantindo que seu site seja atendido com rapidez incrível a todos os visitantes.

6 – Reduza os tamanhos das imagens para melhorar a velocidade do WordPress

Um gargalo, além de CSS e Javascript é o carregamento de imagens na rede de internet. Resolvendo este gargalo, certamente, vais melhorar a velocidade do WordPress em um nível elevado.

As imagens são os principais contribuintes para o incremento de tamanho de uma determinada página da web. O truque é reduzir o tamanho das imagens sem comprometer a qualidade.

Se você otimizar manualmente as imagens usando sua ferramenta de imagens, o processo levará um longo tempo. Felizmente, existem plugins disponíveis para praticamente tudo o que você pode imaginar, incluindo a otimização de imagens.

Porém, eu gosto de otimizar imagens uma a uma. E o site tinypng.com faz isso muito bem. Por outro lado, se você tiver o plugin WP Fastest Cache na versão Premium, pode pular de alegria, porque ele tem esta opção e funciona muito bem.

7 – Otimize seu banco de dados WordPress

Isso pode ser feito com a forma manual muito tediosa e extremamente chata. Por outro lado, você pode simplesmente usar o plugin WP Optimize. E novamente, se estiver usando a versão Premium do plugin WP Fastest Cache, pode desfrutar desta opção também.

Este plugin permite que você faça apenas uma tarefa simples: otimize o banco de dados: revisões posteriores, rascunhos e tabelas para reduzir a sobrecarga.

8 – Desative pingbacks e trackbacks

Por padrão, o WordPress interage com outros blogs que são equipados com pingbacks e trackbacks.

Toda vez que outro blog o menciona, ele notifica seu site, que, por sua vez, atualiza os dados na postagem. Desligar isso não irá destruir os backlinks do seu site, apenas a configuração que gera muito trabalho para o seu site.

9 – Mantenha o mínimo de scripts externos

O uso de scripts externos em suas páginas da Web adiciona uma grande quantidade de dados ao seu tempo total de carregamento. Portanto, é melhor usar um número baixo de scripts, incluindo apenas os essenciais, como ferramentas de rastreamento do Google Analytics e fontes do Google.

10 – Desinstalar plugins não relevantes para melhorar a velocidade do WordPress

Esta é a última das minhas dicas, para melhorar a velocidade do WordPress. Manter plugins irrelevantes em seus sites WordPress, irá adicionar uma enorme quantidade de lixo para seus arquivos da web. Além disso, também aumentará o tamanho do backup e sobrecarregará os recursos do servidor.  Tudo isso, enquanto os arquivos de backup estão sendo gerados.

É melhor se livrar dos plugins que você não usa. E também, procurar por métodos alternativos para usar serviços de terceiros para automatizar ou agendar tarefas. Como, por exemplo: o compartilhamento de seus posts mais recentes para mídias sociais. Plugins são importantes, mas apenas o essencial.

Existem muitos plugins por aí que prometem criar um modelo lindo para seu tema. Apenas evite-os, porque há muitas reclamações de alto consumo de memória.

Conclusão sobre como melhorar a velocidade do WordPress

Note que estas são apenas poucas etapas que você pode por em prática, para melhorar a velocidade do WordPress. Certamente existem outras técnicas de apuradas que você deve implementar, dependendo do seu projeto. Por exemplo: Eu não citei o cache do navegador, mas eu tenho uma resposta para isso. Eu não uso, porque o CDN CloudFlare já faz isso. Se você usa, CloudFlare, por que encher seu arquivo .htaccess com mais scripts?

Eu também falei muito do plugin WP Fastest Cache e não mencionei WP Total Cache e WP Super Cache. É apenas uma questão de gosto. Eu já testei centenas de plugins e só vou mencionar os melhores dentro da minha avaliação. Mas cada plugin tem seu benefício importante, segundo os seus criadores.

Por fim, tente melhorar a velocidade do WordPress, para o seu site e acompanhe a evolução do crescimento nas visitas.

ads parte inferior do artigo